Área Cultural Área Técnica

 Ciência e Tecnologia  -  Colunistas  -  Cultura e Lazer
 
Educação  -  Esportes  -  Geografia  -  Serviços ao Usuário

 Aviação Comercial  -  Chat  -  Downloads  -  Economia
 
Medicina e Saúde  -  Mulher  -  Política  -  Reportagens

Página Principal

A V I A Ç Ã O
T A M     L I N H A S     A É R E A S     S / A

FROTA (10.12.2016): Total: 158 aeronaves em operação (mais 25 encomendadas). Total de assentos simultâneos disponíveis: 30.962.

Aeronaves
(até 25.03.2016)

Total disponível
+ encomendas

Assentos

Peso máximo de
decolagem

Peso máximo
para pouso

Teto
operacional

Velocidade de
cruzeiro

Motores utilizados (Marca, modelo e potência por turbina)

 Airbus A319-100

23

144

64 t

61 t

39.000 pés

850 km/h

 IAE V2524-A5 (24.000 libras) e GE CFM56-586 (23.500 libras)

 Airbus A320-200

75 + 02

168

70 t

64,5 t

39.000 pés

850 km/h

 IAE V2500-A1 (25.000 libras), IAE V2527-A5 (27.000 libras) e GE CFM56-584 (27.000 libras)

 Airbus A321-211/231

31 + 01

220

89 t

77,8 t

39.800 pés

850 km/h

 IAE V2533-A5 (33.000 libras)

 Boeing 767-300ER

14

205

186 t

145 t

43.100 pés

870 km/h

 GE CF6-80C286F (61.000 libras)

 Airbus A330-200

00

223

230 t

180 t

41.000 pés

870 km/h

 PW 4168A (68.000 libras) e GE CF6-80 E1A3 (70.000 libras)

 Boeing 777-300ER

10

362

347,8 t

251,2 t

43.100 pés

896 km/h

 GE 90-115B (115.000 libras)

 Airbus A350.941

05 + 10

348

280 t

220 t

43.000 pés

945 km/h

 Rolls-Royce Trend XWB

 Airbus A350.1000

00 + 12

412

308 t

240 t

43.000 pés

945 km/h

 Rolls-Royce Trend XWB

Passageiros transportados em 2015 (mercado doméstico): 32.139.000 (- 0,12%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2014 (mercado doméstico):
32.180.000 (+ 0,97%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2013 (mercado doméstico):
31.870.000 (+ 2,22%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2012 (mercado doméstico):
31.176.531 (- 2,27%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2011:
37.700.000 (+ 15,78%), sendo 31.900.000 no mercado doméstico (líder do mercado interno)
Passageiros transportados em 2010:
32.561.506 (+ 17,40%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2009:
27.733.543 (+ 02,21%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2008:
27.132.114 (+ 10,70%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2007:
24.508.721 (+ 12,89%) - líder do mercado interno
Passageiros transportados em 2006:
21.710.202 - líder do mercado interno.

Anos 60. Pilotos se unem, cada qual com seu avião. Destino: levar passageiros e cargas entre o norte do Paraná e o sul dos Estados de São Paulo e Mato Grosso. Rapidamente os pequenos monomotores Cessna se transformaram em ferramentas essenciais para a expansão dessas regiões. Nascia a TAM, Táxi Aéreo Marília.

A350-900, DA TAM - FOTO/CRÉDITO: AIRBUS S.A.S, POR P. PIGEYRE

PRIMEIRO A350-900 DAS AMÉRICAS LEVANTANDO VOO DO AEROPORTO DE TOULOUSE (FRANÇA) COM DESTINO AO BRASIL, EM 17.12.2015 (PREFIXO PR-XTA). FOTO/CRÉDITO: AIRBUS S.A.S, POR P. PIGEYRE

Nesta época, aos 21 anos, Rolim Adolfo Amaro ingressa na TAM. Função: piloto. Seu objetivo: ser o melhor comandante da companhia. Alguns anos de trabalho em táxi aéreo levaram aquele jovem piloto a alçar voos bem mais altos em jatos comerciais.

Segundo o Comandante Rolim, esta experiência foi frustrante. Afinal ele sempre acreditou que o contato direto com os passageiros era fundamental para o seu trabalho. E a aviação comercial o privava disso. Seguindo sua filosofia de vida e trabalho Rolim volta ao contato com os passageiros como piloto do BCN nas margens do Rio Araguaia.

E assim comprou seu primeiro avião, um Cessna 170 para três passageiros. Dois anos mais tarde já possuía uma frota com 10 aeronaves, empregava 10 pilotos e um mecânico, e fundava, em 1971, a ATA - Araguaia Transportes Aéreos. Enquanto isso, a TAM foi vendida para o grupo Ometto e mudou-se para São Paulo. Orlando Ometto, principal acionista da TAM, passageiro e amigo de Rolim, convida o comandante para ser seu sócio. O Comandante Rolim assume a direção da TAM, modernizando sua frota e priorizando o atendimento aos clientes e a expansão da TAM.

AIRBUS A-320 DA TAM, EM ARACAJU (SE), 14.03.2010 - EM PRIMEIRO PLANO O PR-MHQ, SÉRIE 214, (FABRICADO EM 2007) E AO FUNDO O PR-MZT, SÉRIE 232, (FABRICANDO EM 2001) - CRÉDITO: FERNANDO TOSCANO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL BRASIL.

AIRBUS A-320 DA TAM, EM ARACAJU (SE), 14.03.2010 - EM PRIMEIRO PLANO O PR-MHQ, SÉRIE 214, FABRICADO EM 2007. AO FUNDO O PR-MZT, SÉRIE 232, FABRICANDO EM 2001 - CRÉDITO/FOTO: FERNANDO TOSCANO (PORTAL BRASIL).

Em 2004, Marco Antonio Bologna, que havia ocupado a vice-presidência financeira, assume a presidência (19 de janeiro). São criados os voos noturnos, com tarifas reduzidas, conhecidos como “corujões”. A TAM também investe em conforto e lança a poltrona da nova classe executiva dos voos internacionais para Europa (Paris) e EUA (Miami). A reclinação das poltronas passa de 145º para 180º.

Com o reaquecimento da economia, a companhia volta a operar os voos diurnos para Miami e passa a operar mais três voos semanais para Paris. Com isso, o número de frequências para os EUA sobe para 14. Para a Europa, a TAM passa a oferecer 10 voos semanais. Além disso, a empresa inicia uma estratégia de crescimento para a América Latina e começa a voar diariamente para Santiago do Chile no início de dezembro. Recebe também autorização do órgão regulador para voar a Lima (Peru).

No mercado doméstico a TAM fecha uma série de acordos com companhias aéreas regionais para aumentar a sua cobertura no território nacional e oferecer novas possibilidades de conexões e frequências para os seus passageiros. Os acordos envolvem cinco empresas: Passaredo, Ocean Air, Total, Trip e Pantanal. Com isso, a TAM passa a cobrir uma malha com 66 cidades no território nacional (sendo 41 destinos próprios).

A TAM fechou 2004 com a liderança no mercado doméstico pelo 18º mês consecutivo e um recorde histórico no mês de dezembro: 41,17% de market share. No acumulado do ano, a TAM fica com uma participação de 35,79% no setor nacional e de 14,48% no internacional. A ocupação das aeronaves acumulada no ano também atinge bons resultados: 64% no mercado doméstico e 72% no internacional. Em 2005 a TAM transportou 17.109.193 passageiros, sendo 6,85% no mercado internacional e 93,15% no mercado interno em 262.746 horas voadas e 174.917.562 quilômetros, com as suas aeronaves voando a uma média de 666 km/hora.

AIRBUS A320-200 (SÉRIE 214), PREFIXO PR-MYE, RECEBIDO PELA TAM EM 26.05.2009, FOTOGRAFADO NA ÁREA REMOTA DO AEROPORTO DE BRASÍLIA EM 11.04.2010 (CRÉDITO/FOTO: FERNANDO TOSCANO) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL BRASIL.

AIRBUS A320-200 (SÉRIE 214), PREFIXO PR-MYE, RECEBIDO PELA TAM EM 26.05.2009, FOTOGRAFADO NA ÁREA REMOTA DO AEROPORTO DE BRASÍLIA EM 11.04.2010 (CRÉDITO/FOTO: FERNANDO TOSCANO - PORTAL BRASIL).

Integram a holding TAM S.A.: TAM Viagens - Fundada em 1998 a empresa é a operadora de viagens da TAM que oferece pacotes completos incluindo passagem aérea, traslados, acomodação, passeios e todos os demais serviços voltados para o turismo. A TAM Viagens atende a 5 mil agências em todo o Brasil e oferece produtos para mais de 200 destinos; TAM Airlines - Antiga "Tam Mercosur" começou a operar em setembro de 1996 quando a TAM adquiriu 80% das ações da LAPSA junto ao Governo do Paraguai. A TAM Mercosur obteve concessões para rotas internacionais na América do Sul e Europa, a partir de Assunção, passando a voar para Santiago, Iquique, Buenos Aires, Punta del Este, Montevidéu, Ciudad del Este, Assunción, Santa Cruz de La Sierra e Cochabamba; TAM Express - É a unidade de cargas da TAM. Fundada em 1996 a cargueira está presente em 45 aeroportos e seu serviço terrestre atinge mais de 3.000 cidades no Brasil e exterior. Utiliza para o transporte de carga todas as aeronaves em operação da TAM Linhas Aéreas e uma frota terrestre de mais de 500 veículos; e a TAM Jatos Executivos - Líder no ranking das empresas de táxi aéreo regional, realiza alguns milhares de horas/voo por mês. Com mais de 40 anos de atividade, sua frota é composta por luxuosos jatos da moderna família Citation, fabricados pela Cessna Aircraft, representada no Brasil, com exclusividade, pela TAM. É também a única representante na América Latina da Honeywell, empresa americana líder mundial no mercado de aviônicos para venda de componentes e serviços de manutenção. Uma curiosidade: A TAM - Táxi Aéreo Marília foi a primeira empresa fora dos Estados Unidos a receber o prêmio Outstandind Sales.

Em 2006 a TAM transportou 21.710.202 passageiros sendo 20.058.392 em rotas domésticas. Em 319.235 horas de voo foram percorridos 214.324.369 quilômetros a uma velocidade média de 671 km/hora. No ano de 2007 a TAM iniciou as operações com o MD-11 (03 unidades), A-340 (02 unidades) e A-321 (03 unidades) e incorporou  02 A-330, 19 A-320 e 01 A-319 à frota aumentando sua oferta de assentos simultâneos em 46,78% (de 14.542 para 21.345) - 30 novas aeronaves de forma a encarar a dura competição com a GOL que encomendou dezenas de aeronaves junto à Boeing. A TAM desativou 17 Fokker 100, em 2007, e terminou aquele ano com apenas quatro unidades que foram vendidas entre março e setembro de 2008.

AIRBUS A330.223 (EX-A6-EYX), Nº DE SÉRIE 223, FABRICADO EM 1998, AQUI FOTOGRAFADO NO AEROPORTO DE GUARULHOS, EM SÃO PAULO, EM 12.07.2009. FOTO/CRÉDITO: FERNANDO TOSCANO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL BRASIL.

AIRBUS A330.223 (EX-A6-EYX), Nº DE SÉRIE 232 (PT-MVA), FABRICADO EM 1998, AQUI FOTOGRAFADO NO AEROPORTO DE GUARULHOS, EM SÃO PAULO, EM 12.07.2009. FOTO/CRÉDITO: FERNANDO TOSCANO (PORTAL BRASIL).

No dia 15.03.2008 a TAM recebeu mais um A320, 0 km, vindo diretamente da Airbus, o 71º e o primeiro do ano de uma lista de mais doze. Segundo o fabricante francês, a TAM foi a companhia aérea que recebeu o maior número de novas aeronaves das fábricas da Airbus em 2007 (33 modelos), superando inclusive as congêneres chinesas e indianas. Com a chegada deste A320, a TAM opera não somente a maior frota de Airbus da América Latina como mantém a maior quantidade de modelos da fabricante europeia na região. Entre março e setembro de 2008 a TAM adicionou à frota dez novos aviões sendo 02 A319, 05 A320, 02 Boeing 767 e 01 Boeing 777.

Utilizados nas rotas domésticas e em destinos na América do Sul operados pela TAM, os novos A319 e A320 atenderam ao aumento da demanda observado naquele período. No acumulado de janeiro a dezembro de 2007, o tráfego aéreo de passageiros no mercado doméstico cresceu 11,9%. No mesmo período, a TAM avançou 12,9% em relação ao ano anterior, segundo dados oficiais da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Foram transportados 24.508.721 passageiros, sendo 21.759.567 no mercado interno, e foram voadas 378.487 horas a uma velocidade média de 686 km/hora.

INTERIOR DO AIRBUS A320 DA TAM - FOTO / CRÉDITO: FERNANDO TOSCANO (EM ROTA BRASÍLIA-FORTALEZA, COM ESCALA EM SÃO LUÍS) - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL BRASIL.A Companhia é líder no mercado doméstico de aviação, com market share, no ano de 2011, de 42,81% (era de 46,2%, em junho de 2009) e em operações de passageiros no Hemisfério Sul desde o final de 2007. No intuito de consolidar sua atuação nesta região, a TAM unificou a frota de aeronaves da Tam Airlines e anunciou novas rotas dentro do continente sul americano.

Em 21.11.08, a ANAC publicou no Diário Oficial da União a Resolução Nº 61, que estabelece o cronograma de liberação de tarifas para passagens aéreas para todos os voos internacionais partindo do Brasil. De acordo com a resolução, os preços das passagens de voos internacionais foram gradualmente liberados a partir de 01.01.09, se tornando totalmente livres, desde 01.01.2010, com as tarifas estabelecidas a critério de cada companhia aérea de acordo com a época do ano, a demanda e a concorrência natural do mercado.

A TAM fechou 2008 e 2009 como a maior transportadora brasileira e a segunda da América Latina (apenas atrás da LAN - chilena). Os dados de 2008 foram: 433.416 horas voadas, 296.882.471 quilômetros voados a uma velocidade média de 685 km/h, 27.132.114 passageiros transportados - taxa de ocupação de suas aeronaves de 73% -, 874.750.430 toneladas quilômetros de carga transportada e 261.045 voos realizados. Das empresas brasileiras a TAM foi a que menos sentiu a "crise global" do 2º trimestre de 2008. Em dezembro de 2009 a TAM comprou a empresa aérea regional "Pantanal", por R$ 13 milhões, assumindo um passivo de mais R$ 73 milhões. Em março de 2011 assinou carta de intenções para aquisição de 31% do capital da TRIP, que acabou não se concretizando - tudo isso para conter o avanço da GOL e AZUL. A TAM fez parte da Star Alliance, desde 13 de maio de 2010, - entidade criada em 1997 e composta de 27 companhias internacionais -, onde atinge direta e indiretamente a 185 países e 1.185 aeroportos e mantém operações alianças internacionais, operando em code-share com All Nippon, British Midland, Air China, Spanair, DB, Pluna, US Airways, TAP Portugal, Continental Airlines, Air Canada, Swiss, Lufthansa, LAN, United, NHT, Trip e Pantanal, mudando, posteriormente para a Oneworld. Em 2010 a companhia passou a fazer também operação com a Rail Europe onde, do Brasil, o cliente poderá comprar, e pagar em reais, suas viagens de trem pela Europa, diretamente do site da TAM. Outra facilidade foi fechada com o Banco Itaú onde, através do seu braço de cartões de crédito, com bandeiras Visa e Mastercard, o cliente recebe milhas no seu programa de milhagens por compras efetuadas com o cartão TAM Itaucard. Seu programa de fidelidade é administrado pela Multiplus Fidelidade - www.multiplusfidelidade.com.br. O ano de 2010 foi o melhor até aqui: 32.561.506 passageiros transportados.

Em outubro de 2011 a TAM passou a voar também para a Cidade do México (Guarulhos - Aeroporto Benito Juaréz), com os Airbus A330, atingindo 11 cidades na América Latina e 19 destinos internacionais diretos, voados com as suas aeronaves. A companhia, que teve receita bruta de R$ 13,5 bilhões, fechou 2011 com prejuízo de US$ 179 milhões (12º maior prejuízo do país e 15º maior prejuízo da América latina). A taxa de ocupação de suas aeronaves, em voos internacionais foi de 81,8% (o maior da sua história), e em voos nacionais de 68,7%. Em 2012 foi finalmente aprovado o pedido de união feito, em 2009, pela TAM e LAN (chilena). A LATAM é o nome da nova companhia, que tem uma participação maior da LAN, e é um dos maiores conglomerados aeronáuticos do mundo. (A LAN foi eleita, em 2009 e 2010, como a companhia aérea mais bem administrada do mundo). O Grupo LATAM Airlines tem obtido sucesso em seus esforços de reestruturação do balanço patrimonial. A companhia tem alcançado uma sólida condição financeira com a redução em US$ 1,8 bilhão da dívida bruta entre 2013 e 2014. No segundo trimestre de 2014, a LATAM registrou prejuízo líquido de US$ 58,9 milhões (R$ 131,4 milhões), frente a um prejuízo líquido de US$ 329,8 milhões (R$ 735,4 milhões) no mesmo período do ano anterior. Esse resultado inclui uma despesa pontual de US$ 56,3 milhões (R$ 125,5 milhões), relativa à repatriação de valores da Venezuela. De qualquer forma o resultado do segundo semestre de 2014 foi positivo com lucro operacional de US$ 15,4 milhões (R$ 33,4 milhões). LAN e TAM, companhias membro do Grupo LATAM Airlines, foram reconhecidas com o primeiro e segundo lugares, respectivamente, no prêmio "Melhores Companhias Aéreas da América do Sul", promovido pela SkyTrax durante o World Airline Awards em 2014. A CEO da TAM é Cláudia Sender, indicada pela LAN.

Em 2015 a TAM reduziu suas operações domésticas em até 10%, e cortou 2% de seu quadro de funcionários visando redução de custos e equilibrar as suas contas. De qualquer forma manteve todos os seus 74 destinos, apenas diminuiu a frequência em alguns deles. Em 16 de agosto de 2015 foi anunciado que, a partir de junho/16, a empresa passará a se chamar oficialmente "LATAM", de "Latin American" (A Lan, chilena, e a Tam, brasileira, passarão a ser uma só), com nova pintura inclusive. Em 17 de dezembro de 2015 a TAM recebeu o seu primeiro Airbus A350-900 XWB, prefixo PR-XTA, novíssima aeronave para voos internacionais, da nova geração da Airbus. Segundo informações preliminares o A350 da TAM, que está configurado para 318 passageiros na classe econômica e 30 na Business Class, é 8% mais econômico que o seu concorrente Boeing 787 e 30% mais eficiente que o A330. A partir de 2015 a TAM passou a utilizar o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília / DF, como o seu segundo mais importante centro de operações (após Guarulhos, em São Paulo).

AIRBUS A320.232 (EX-F-WWDF, MATRÍCULA FRANCESA), FABRICADO EM 2001, APÓS O POUSO NO AEROPORTO DE ARACAJU (14.03.2010). FOTO/CRÉDITO: FERNANDO TOSCANO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AO PORTAL BRASIL.

AIRBUS A320.232, PREFIXO PR-MZY (EX-F-WWDO, MATRÍCULA FRANCESA), FABRICADO EM 2001, APÓS O POUSO NO AEROPORTO DE ARACAJU (14.03.2010). FOTO/CRÉDITO: FERNANDO TOSCANO - PORTAL BRASIL.

Site da TAM: www.tam.com.br // Programa de Fidelidade: www.multiplus.com.br
Central de Vendas, Fidelidade e Serviços: 4002.5700 (capitais) e 0300.570.5700 (outras localidades)
Atendimento a deficientes auditivos: 0800.555.500 / Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC): 0800.123.200


FALE CONOSCO ==> CLIQUE AQUI